Em primeiro lugar, esqueçam tudo que aprenderam em Pokémon! Esses pequenos monstrinhos fizeram uma lavagem cerebral nas pessoas, fazendo-nos acreditar irremediavelmente no que fora apresentado neles. Em Naruto, muita coisa funciona de forma diferente…
Em Naruto existem cinco elementos. Os mesmos elementos que existem no mundo de Pokemón. As semelhanças acabam aí. Ao contrário de várias mitologias, Naruto e pokémon usam o elemento raio em conjunto com os outros quatro elementos. Os quatro elementos fundamentais da alquimia eram o Fogo, a Água, a Terra e o Vento. A dosagem desses elementos era responsável por criar qualquer outra coisa que conheçamos. Na mitologia chinesa, existiam cinco elementos, mas eram eles o Fogo, a Água, o Vento, a Madeira e o Metal.
Acima estão os cinco elementos de Naruto. Fogo, Vento, Raio, Terra e Água. No mundo de Naruto todo shinobi tem afinidade com pelo menos um dos cinco elementos, desde que nasce. Ele pode vir a dominar essa afinidade, ou não, mas possui. Sasuke possuía, desde cedo, afinidade com o fogo, assim como todos os membros do clã Uchiha. Porém, com mais treino e dedicação, um shinobi pode desenvolver um segundo elemento. O mesmo Sasuke consegue dominar o elemento Raio também. Kakashi diz que entre os Jounins é muito comum que alguém domine pelo menos dois elementos, e que o máximo que ele pôde ver foi uma pessoa dominando três elementos. Ele mesmo, Kakashi, usa Doton para se esconder debaixo da Terra, Raiton para seu Raikiri e Suiton, que ele usou mais na luta contra Zabuza. Nos jogos, cuja oficialidade segue a linha do animê, e não do mangá, ele ainda consegue dominar o Katon e o Fuuton também, mas apenas nos jogos.
A maior diferença entre Naruto e Pokémon são as vantagens elementais. Cada elemento possui uma vantagem sobre o outro. Trata-se de uma vantagem relativa, não absoluta, mas ainda assim é uma vantagem. Essa vantagem muda muito em Naruto.

Fogo: Forte contra Vento e fraco contra Água. A água pode apagar o fogo, mas o vento só consegue aumentá-lo. A questão da fraqueza se aplica aqui. Se o fogo for MUITO grande, a água não consegue apagá-lo, e se o vento for muito forte, consegue apagar o fogo também. Trata-se de uma vantagem elementar apenas, não da garantia absoluta da vitória.

Vento: Forte contra Raio e Fraco contra Fogo. Basicamente, se você atirar vento em alguém que está soprando fogo em você, o fogo irá aumentar e te atingir. O Vento possui propriedades cortantes em Naruto. Muito diferente do raio, onde Kakashi faz uma manipulação de forma no chidori para que seus fios elétricos tenham a forma de lâminas, o vento já é uma lâmina por conta própria em Naruto, independente da manipulação de forma. E mesmo sendo uma lâmina, a tendência é agitar o fogo quando lançado contra ele. Já contra o raio a vantagem pode se dar por dois meios. Primeiro, o raio não consegue cortar o vento, ele precisa dele para percorrer o espaço. Por isso, sempre que um usuário do vento quer, ele pode agir contra o raio, pois o mesmo, ao saltar de um ponto à outro, precisa do meio Vento para se locomover.

Raio: É eletricidade pura, mas pode ter forma física em Naruto. Sua desvantagem com relação ao vento fora explicada, mas aqui vem algo muito curioso. Muito ao contrário de Pokémon, o raio possui vantagem contra Terra. Sim, aqui não tem aquele negócio de a terra ser isolante, e impedir a força do Raio. A verdade é que a terra não é tão isolante assim. Ela possui uma diferença de potencial, assim como as núvens, e, algumas vezes, pode ser dela que algum raio se origine, ao invés do céu. Tanto é verdade que é na terra que nós “aterramos” (duh) nossa rede elétrica, justamente porque, até certo ponto, ela é um ótimo condutor, e depois se torna isolante. Uma vez que a terra é mais um meio por onde a eletricidade pode cortar livremente, ela se torna fraca ao raio…

Terra: Água mole, Pedra dura, tanto bate até que fura? Esqueçam o dito popular, afinal de contas ele é brasileiro mesmo. Água era tida como superior à terra, em Pokémon, mas aqui ela é inferior. E não temos motivos para duvidar o porque. A terra absorve a água, tornando-a inútil para jutsus. Como se não bastasse, contra pedras, seria necessária uma quantidade enorme de água para começar a desgastá-las. Em uma luta, a paciência da água batendo várias vezes contra a pedra não existe, e mesmo se fosse um único jato concentrado de água, daqueles capaz de cortar o metal no meio, não teria vantagem alguma contra areia. Isso tudo mostra como a vantagem elemental possa ser usada. Claro que MUITA água na areia impede o usuário de controlar ela também, mas ainda assim há a vantagem.

Água: O mais versátil e mais simples elemento de todos. Sua fraqueza contra a terra e força contra o fogo já foram explicados.

‹ Postagens Anterior Proxima Postagens › Página inicial